Fale de tudo que tenha a ver com manga e anime!


    Critica aos Oscar

    Compartilhe

    Sunako
    Pseudo L
    Pseudo L

    Número de Mensagens : 1772
    Idade : 24
    Data de inscrição : 16/12/2007

    Ficha de Personagem
    Personalidade da Personagem: Timida e reservada
    História da Personagem: Mistério
    Sexo da Personagems: Feminino

    Critica aos Oscar

    Mensagem por Sunako em Seg Fev 23, 2009 10:19 am

    Alguém viu este ano?

    A minha opinião sobre este facto, apesar de uma gala mais interactiva, e animada, penso que pecou um bocado facto dos resultados previsiveis.
    Sobre a organização tenho a dizer isto, melhoraram bastante tendo em conta anos anteriores em que adormeci logo no inicio.
    O Hugh Jackman provou ser um one-man-show, dancando cantando e cativando o publico, coisa que me relembrou a época de ouro de Holywood em que os actores eram multifacetados. As representações musicais foram de deixar cair o queixo.

    Quanto aos vencedores das principais categorias: Bastante previsiveis como já referi antes com a excepção talvez da atribuição do Óscar a Penelope Cruz pelo seu papel em Vicky Christina Barcelona, que levou assim a estatueta para a unica nomeação do filme.

    O premio de melhor actor secundário como era previsto fora entrege a Heath Ledger, prémio que na minha opinião foi apenas entregue pois ele estava morto funcionando como uma homenagem. Pois apesar deste papel ser incrivel e oferecendo uma faceta do lendário vilão da DC, penso que ele antes disso merecia haver ganho o oscar pelo papel de Ennis del Mar no Brokeback Mountain, que mostrou com perfeição a divisão psicologica da personagem, coisa que nao acontecia na obra original. Apesar disso este prémio veio mostrar que um filme baseado em comics não se faz apenas de efeitos especiais, mas sim com actores que se emprenham a encarnar a personagem de forma a cativar não só os fãs dos livros, mas também outros.

    O prémio de melhor realizador foi entregue a Danny Boyle, o que na minha opinião foi algo injusto e um acto de sexismo puro da academia, visto esse filme haver sido co-realizado por uma realizadora indiana, que apesar da contribuição para a obra não viu o seu trabalho reconhecido pela academia, o que é lamentável, visto apenas 2 mulheres nas 81 edições desta gala alguma vez haver ganho um óscar de melhor realizadora.

    Como seria de esperar o prémio de melhor actriz foi atribuido a Kate Winslet, que ao fim de seis nomeações finalmente consegui levar uma estatueta, embora ultrapassando e eterna nomeada Merryl Streep que era uma das minhas favoritas para a categoria.

    Apesar da disputa do óscar de melhor actor principal, principalmente entre Mickey Rourke e Sean Penn o prémio foi entregue ao ultimo, o que não era nada de injusto apesar do primeiro ter feito um papel brilhante.

    O que mais me surpreendeu nesta gala foi a pouca premiação de o Estranho caso de Benjamim Button, este ser o filme mais nomeado e levar principalmente óscar a nivel técnico, como o de Efeitos especiais, que na minha opinião, apesar de serem optimos, penso que deveriam ser atribuido a Iron Man, que não levou nenhum prémio apesar das suas duas momeações a nivel técnico, bem merecidas.

    Também a pouca premiação de Milk me surpreender, apesar de tudo levou dois dos prémios mais desejados, Melhor argumento original e Melhor actor principal, e teve dos discursos mais belos na gala por parte do argumentista. Foi mais uma experiência em Biopic de Gus van Sant, que teve um optimo resultando revelando-se segundo muitos criticos o melhor filme do ano, mas que corria um risco que uma vez correu o filme que apesar de ser o melhor filme daquele ano, sofreu o preconceito da academia pela temática. Pois claro toda a gente deverá dizer que existem melhores filmes a abranger a temática, mas este foi o que tocou mais as pessoas, pelas paisagens inspiradoras e pelos planos em que apenas o olhar nos revelava a densidade psicológica das personagens.

    Achei uma pena Wall-E não estar nomeado para melhor filme do ano pois este foi um dos filmes que consegui transmitir a mensagem com o minimo de recursos possiveis a nivel sonoro, tendo a imagem uma importancia um tanto esquecida com o desenvolvimento das técnicas de sonorização. É um filme que nos relembra em parte os primeiros tempos do cinema por viver quase excepcionalmente da imagem, sendo desnecessário qualquer diálogo. Uma prova que o cinema de animação tem mais para oferecer do que entretenimento e podem ensinar bastante a futuros cineastas e até passar mensagens mais profundas que muitos outros filmes.



    Critica feita por mim, que apesar de não ser uma expert em cinema, sou um cinefila assidua com a necessidade de expressar a minha opinião nestas ocasiões apesar de ser obvia por vezes a troca de influencia e falta de elequencia entre as escolhas das nomeações e posteriores vitórias, nesta que é a cerimónia mais “glamorosa” em Holywood.


    _________________


    Obrigado ago^^

    Northstar: No one would chose to be something that would immediately make them hated and feared by the ignorant majority of this

      Data/hora atual: Qui Dez 08, 2016 11:10 am