Fale de tudo que tenha a ver com manga e anime!


    [yaoi, crack, PG-13] Wanna Have Some Fun - MattXMello

    Compartilhe

    Nessi
    Zero Louise
    Zero Louise

    Feminino
    Número de Mensagens : 2099
    Idade : 20
    Onde Vive : Porto (: Teh awesome land of doom
    Humor : Muito :D
    Ocupação : /: Não fazer nada acho eu
    Data de inscrição : 16/12/2007

    Ficha de Personagem
    Personalidade da Personagem:
    História da Personagem:
    Sexo da Personagems: Feminino

    [yaoi, crack, PG-13] Wanna Have Some Fun - MattXMello

    Mensagem por Nessi em Sab Jul 11, 2009 12:43 pm

    Ver a imagem por sua própria conta (demasiado hot para os olhos normais dos comuns mortais)
    Spoiler:


    Autoras:
    - Ideia Original: Rita
    - Burro de Carga que Trabalha Ficwriter: Nessi (me!)

    Nome: Wanna Have Some Fun

    Status: Acabada

    Shippers: Mello, Matt, Near

    Pairings: MelloXMatt
    Tipo: Crack, Comédia, Romance, Crack e mais crack

    Censura: PG-13 (por demasiado crack e insinuação de crack cenas sexuais) / Slash / Crack

    Resumo: Devido a grandes quantidades de crack e outras drogas, Mello quer arranjar uma maneira de ''brincar'' com Matt, mas este fica mais interessado na sua pornografia gameboiana consola gameboy

    ----------

    Estava tudo sereno naquela manhã, demasiado sereno de facto. Mello levantou-se da cama e começou por comer a sua barra de chocolate, directamente vinda da fábrica do Willy Wonka. Olhou para a cama ao lado, aquele idiota do game boy já tinha acordado e estava, para variar, a jogar um jogo qualquer chamado Poké… qualquer coisa.

    Uma hora … Duas horas … Três horas … Aquele ali não se cansa? Mello já estava a ficar frustrado. Roía as unhas, trincava o chocolate com mais força do que o habitual, estava com o cabelo completamente despenteado, até já tinha saído do quarto até á cozinha para ir buscar um copo de água com açúcar para acalmar os nervos. Mas Matt ainda não tinha sequer notado que ele estava acordado e pelo que parece, não pretendia notar durante pelo menos mais umas horas. O quê que ele precisava de fazer para ele notá-lo? Vestir-se de Game Boy, para ver se ele ‘’jogava um pouco com ele’’? Decidiu levantar-se da cama e aproximar-se dele. Ficou a olhar para ele atentamente durante alguns segundos para ver se ele dizia algo. Resultado final: Nada …

    - Então … - tossiu um pouco para chamar a atenção do ruivo, que acabou por olhar para ele, mas não deixando de jogar o estúpido jogo – Queres divertir-te?

    - Eu já estou a divertir-me – ele respondeu inocentemente, sem sequer se aperceber das intenções pervertidas do loiro. Voltou a entrar no seu transe.

    ‘’Será que ele não conseguia ser ainda mais parvo? O quê que eu vejo neste … neste’’ Mello pensava, roendo-se de inveja de uma mera máquina que tinha mais atenção do que ele próprio.

    - Posso jogar? – Mello acabou por perguntar, dando esta batalha por derrotada, mas não a guerra. Aquele nerd iria acabar por fazer o que ele queria e iria ser definitivamente mil vezes pior do que o plano inicial.

    Matt acenou com a cabeça e estendeu-lhe o jogo. Começou por explicar-lhe tudo desde o básico dos básicos, até aos truques descobertos mais recentemente.


    *

    - Então … ‘tás a dizer que este jogo … Pokécoiso …

    - Pokémon – Matt olhou-o como se ele tivesse feito o maior sacrilégio á face da terra.

    - Sim … Pokémon, é apenas isto?

    - Sim, basicamente.

    ‘’Trocas-me por uma coisa tão básica. Odeio-te definitivamente Matt!’’ Mello pensava, enquanto ficava vermelho, que nem um tomate, de raiva.

    - Mas aprende-se mais facilmente jogando do que apenas falando. Anda lá, vamos começar.

    Quando o Matt entregou-lhe o jogo as mãos dos dois tocaram-se, e Mello ficou arrepiado e corou que nem um tomate, embora o outro continuasse calmo e sereno, grande parte disso devido á sua enorme inocência. Começou a jogar, e voltou a ficar frustrado pois não dava uma para a caixa. Não era isto suposto ser fácil? Jogou uma, duas e três vezes, mas mesmo assim a porcaria do Pikachu queria ganhar o jogo!

    - PRONTO! ‘Tou farto! – atirou a consola para o chão e sacou a pistola de sabe-se-lá-onde. Quando terminou o seu ‘’trabalho’’ o jogo estava completamente desfeito.

    Olhou para a cara do ruivo, este estava a desfazer-se em lágrimas.

    - Ah … Matt, desculpa não era a minha intenção, tu sabes como eu sou, não é? – ele disse enquanto tentava-se desculpar. Depois disto, o seu plano tinha ido pelo cano abaixo, era bem provável que ele nunca mais trocasse uma palavra com ele.

    Passou-se meia hora e as lágrimas do ruivo tinham finalmente cessado. Mello ganhou alguma coragem e fez a mesma pergunta que tinha feito há cerca de uma hora atrás.

    - Ainda queres divertir-te?

    - Como? O Game Boy foi-se! – Matt disse, as lágrimas voltando a caírem dos seus olhos.

    - Eu mostro-te – lançou-lhe um olhar pervertido enquanto aproximava-se do ruivo.

    Limpou-lhe as lágrimas do rosto com a mão esquerda enquanto a mão direita estava por detrás do tronco do ruivo. Aproximou-os lábios dos dele e começou a fazer ‘’o que tinha planeado’’

    *

    Já estava quase na hora do almoço no orfanato e cabia a Near chamar os outros para virem almoçar. Quando chegou á porta do Matt e do Mello, ouviu alguns barulhos esquisitos. Meditou durante algum tempo no uqe iria fazer e decidiu que tinha a ideia perfeita. Pegou numa placa de cartão, num marcador preto e num fio. Escreveu no cartão algo como ‘’Não Incomodar’’ e colocou na porta do quarto.

    Enquanto isso, no quarto do Mello e do Matt.

    - Então, diz-me lá isto não é melhor do que game boy?

    - Nem por isso … Os teus beijos sabem a chocolate feito por Oompa-Loompas.

    Estava tudo sereno naquela manhã, demasiado sereno de facto. Mello levantou-se da cama e começou por comer a sua barra de chocolate, directamente vinda da fábrica do Willy Wonka. Olhou para a cama ao lado, aquele idiota do game boy já tinha acordado e estava, para variar, a jogar um jogo qualquer chamado Poké… qualquer coisa.

    Uma hora … Duas horas … Três horas … Aquele ali não se cansa? Mello já estava a ficar frustrado. Roía as unhas, trincava o chocolate com mais força do que o habitual, estava com o cabelo completamente despenteado, até já tinha saído do quarto até á cozinha para ir buscar um copo de açúcar para acalmar os nervos. Mas Matt ainda não tinha sequer notado que ele estava acordado e pelo que aprece, não pretendia notar durante pelo menos mais umas horas. O quê que ele precisava de fazer para ele notá-lo? Vestir-se de Game Boy, para ver se ele ‘’jogava um pouco com ele’’? Decidiu levantar-se da cama e aproximar-se dele. Ficou a olhar para ele atentamente durante alguns segundos para ver se ele dizia algo. Resultado final: Nada …

    - Então … - tossiu um pouco para chamar a atenção do ruivo, que acabou por olhar para ele, mas não deixando de jogar o estúpido jogo – Queres divertir-te?

    - Eu já estou a divertir-me – ele respondeu inocentemente, sem sequer se aperceber das intenções pervertidas do loiro. Voltou a entrar no seu transe.

    ‘’Será que ele não conseguia ser ainda mais parvo? O quê que eu vejo neste … neste’’ Mello pensava, roendo-se de inveja de uma mera máquina que tinha mais atenção do que ele próprio.

    - Posso jogar? – Mello acabou por perguntar, dando esta batalha por derrotada, mas não a guerra. Aquele nerd iria acabar por fazer o que ele queria e iria ser definitivamente mil vezes pior do que o plano inicial.

    Matt acenou com a cabeça e estendeu-lhe o jogo. Começou por explicar-lhe tudo desde o básico dos básicos, até aos truques descobertos mais recentemente.


    *

    - Então … ‘tás a dizer que este jogo … Pokécoiso …

    - Pokémon – Matt olhou-o como se ele tivesse feito o maior sacrilégio á face da terra.

    - Sim … Pokémon, é apenas isto?

    - Sim, basicamente.

    ‘’Trocas-me por uma coisa tão básica. Odeio-te definitivamente Matt!’’ Mello pensava, enquanto ficava vermelho que nem um tomate, de raiva.

    - Mas aprende-se mais facilmente jogando do que apenas falando. Anda lá, vamos começar.

    Quando o Matt entregou-lhe o jogo as mãos dos dois tocaram-se, e Mello ficou arrepiado e corou que nem um tomate, embora o outro continuasse calmo e sereno, grande parte disso devido á sua enorme inocência. Começou a jogar, e voltou a ficar frustrado pois não dava uma para a caixa. Não era isto suposto ser fácil? Jogou uma, duas e três vezes, mas mesmo assim a porcaria do Pikachu não queria ganhar o jogo!

    - PRONTO! ‘Tou farto! – atirou a consola para o chão e sacou a pistola de sabe-se-lá-onde. Quando terminou o seu ‘’trabalho’’ o jogo estava completamente desfeito.

    Olhou para a cara do ruivo, este estava a desfazer-se em lágrimas.

    - Ah … Matt, desculpa não era a minha intenção, tu sabes como eu sou, não é? – ele disse enquanto tentava-se desculpar. Depois disto, o seu plano tinha ido pelo cano abaixo, era bem provável que ele nunca mais trocasse uma palavra com ele.

    Passou-se meia hora e as lágrimas do ruivo tinham finalmente cessado. Mello ganhou alguma coragem e fez a mesma pergunta que tinha feito há cerca de uma hora atrás.

    - Ainda queres divertir-te?

    - Como? O Game Boy foi-se! – Matt disse, as lágrimas voltando a caírem dos seus olhos.

    - Eu mostro-te – lançou-lhe um olhar pervertido enquanto aproximava-se do ruivo.

    Limpou-lhe as lágrimas do rosto com a mão esquerda enquanto a mão direita estava por detrás do tronco do ruivo. Aproximou-os lábios dos dele e começou a fazer ‘’o que tinha planeado’’

    *

    Já estava quase na hora do almoço no orfanato e cabia a Near chamar os outros para virem almoçar. Quando chegou á porta do Matt e do Mello, ouviu alguns barulhos esquisitos. Meditou durante algum tempo no que iria fazer e decidiu que tinha a ideia perfeita. Pegou numa placa de cartão, num marcador preto e num fio. Escreveu no cartão algo como ‘’Não Incomodar’’ e colocou na porta do quarto.

    Enquanto isso, no quarto do Mello e do Matt.

    - Então, diz-me lá isto não é melhor do que game boy?

    - Nem por isso … Os teus beijos sabem a chocolate feito por Oompa-Loompas.


    Última edição por Nessi em Sab Jul 11, 2009 5:51 pm, editado 1 vez(es)


    _________________

    .Join the Dollars.
    Password: Baccano


    RitaC4
    Princesa dos Saiyans
    Princesa dos Saiyans

    Feminino
    Número de Mensagens : 1545
    Idade : 22
    Animes Preferidos : Dá muito trabalho escrever...
    Personagem preferida : São muitos, por isso lê aqilo ali em cima
    Data de inscrição : 07/01/2008

    Ficha de Personagem
    Personalidade da Personagem:
    História da Personagem:
    Sexo da Personagems: Masculino

    Re: [yaoi, crack, PG-13] Wanna Have Some Fun - MattXMello

    Mensagem por RitaC4 em Sab Jul 11, 2009 1:15 pm

    xD HAHAH!


    _________________


    SasuKarin SUCKS! ACCEPT IT NESSI!

      Data/hora atual: Sex Dez 09, 2016 11:51 pm